Conteúdo

Arquitetura do Duomo de Florença | Projeto e construção da catedral

Duomo de Florença é uma igreja gótica de incrível importância em Florença, nomeada em homenagem a Santa Maria del Fiore. Sua construção começou no século XIII, mas só foi concluída no século XV. Arnolfo di Cambio imaginou e projetou a maior parte da estrutura, exceto a cúpula, que foi criação de Filippo Brunelleschi. O exterior apresenta mármore colorido e esculturas complexas, enquanto o interior exibe uma mistura de estilos gótico e renascentista.

Arquitetura e design do Duomo de Florença | Visão geral rápida

Arquitetura do Duomo de Florença

Nome oficial: Catedral de Santa Maria del Fiore

Tipo de atração: Catedral

Localização: Piazza del Duomo, 50122 Firenze FI, Itália | Ver no mapa

Fundado: 1296

Área: 15.000 metros quadrados

Estilo arquitetônico: Estilos gótico e renascentista

Arquitetos principais: Arnolfo di Cambio, Filippo Brunelleschi

Quem construiu o Duomo de Florença?

O Duomo de Florença foi totalmente concluído ao longo de dois séculos por dois renomados arquitetos italianos.

Arquitetura do Duomo de Florença

Arnolfo di Cambio

Arnolfo di Cambio, nascido em Florença, Itália, foi um talentoso arquiteto e escultor. Ele foi o arquiteto-chefe da Catedral de Santa Maria del Fiore, trazendo a nova arquitetura de estilo gótico para a Itália. Seu trabalho no Duomo de Florença tornou-se o modelo para outros edifícios góticos italianos. Escultor talentoso, Arnolfo projetou muitas esculturas e relevos no exterior da Catedral de Santa Maria del Fiore.

Além do Duomo de Florença, Arnolfo projetou alguns outros edifícios de destaque na cidade, incluindo a Basílica de Santa Croce e o Palazzo della Signoria.

Arquitetura do Duomo de Florença

Filippo Brunelleschi

Filippo Brunelleschi, o homem que projetou a cúpula da Catedral de Santa Maria del Fiore, nasceu em 1377 em Florença. Ele era um ourives treinado e um engenheiro habilidoso, o que o ajudou muito quando se dedicou à arquitetura. Brunelleschi projetou a cúpula do Duomo de Florença e as máquinas usadas em sua construção.

Ele foi o principal arquiteto de outros edifícios, como a Igreja de Santo Spirito e o Ospedale degli Innocenti, o primeiro orfanato europeu. No entanto, Brunelleschi é mais lembrado pela cúpula da Catedral de Santa Maria del Fiore. Seu uso impressionante da arquitetura de estilo renascentista trouxe uma nova maneira de pensar aos artistas que o seguiram.

Arquitetura e design do Duomo de Florença

Arquitetura do Duomo de Florença

Características arquitetônicas e de design

A Catedral de Santa Maria del Fiore, também conhecida como Catedral Duomo de Florença, reflete os estilos arquitetônicos gótico e renascentista. O exterior apresenta esculturas complexas e elementos decorativos, incluindo as icônicas listras de mármore rosa, verde e branco que cobrem a fachada. O interior é igualmente impressionante, com arcos altos, vitrais e belos afrescos.

Arquitetura do Duomo de Florença

Cúpula e sua construção

Uma impressionante obra de engenharia e construção, a cúpula do Duomo é uma das maiores do mundo, embora as paredes da catedral não tenham sido projetadas para suportar uma estrutura tão grande. Também não foram usados andaimes, e Brunelleschi resolveu o problema construindo duas conchas de tijolos uma dentro da outra com uma camada de concreto entre elas. A concha interna foi sustentada por quatro enormes correntes horizontais estendidas das paredes até a base da cúpula, proporcionando estabilidade e suporte.

Estrutura do Duomo de Florença

Arquitetura do Duomo de Florença

Materiais utilizados

O exterior do edifício da Catedral de Santa Maria del Fiore é feito principalmente de mármore proveniente das pedreiras próximas de Carrara, Massa e Prato.

O mármore rosa, verde e branco usado na fachada externa foi escolhido por sua beleza e capacidade de resistir às intempéries. A base do edifício é feita de arenito, enquanto as abóbadas com nervuras e os arcos são feitos de tijolo.

O interior do Duomo também é feito de diferentes tipos de mármore, incluindo mármore branco de Carrara, verde de Prato e vermelho de Siena. Os intrincados desenhos e esculturas que adornam o interior são feitos de pedra, e os pisos são feitos de mármore colorido em padrões geométricos.

Arquitetura do Duomo de Florença

Técnicas inovadoras

Filippo Brunelleschi ultrapassou os limites em mais de um aspecto ao projetar a cúpula. Embora seja conhecida por seu design e tamanho espetaculares, Brunelleschi teve de utilizar várias técnicas inovadoras e escolhas de design para construí-la. Por exemplo, ele usou duas camadas de tijolos em vez de uma estrutura de madeira para sustentar a cúpula. Os invólucros interno e externo foram conectados por uma estrutura autoportante, o que permitiu que a cúpula fosse muito grande sem a necessidade de suporte adicional de contrafortes, que são normalmente usados na arquitetura gótica. Brunelleschi também usou uma técnica especial de assentamento de tijolos chamada padrão de espinha de peixe, que ajudou a distribuir o peso da cúpula de maneira mais uniforme. Para reforçar ainda mais a estrutura, ele usou correntes de ferro que foram embutidas na alvenaria. Essas correntes acrescentaram mais resistência e durabilidade à cúpula, permitindo que ela resistisse ao teste do tempo.

Exterior do Duomo de Florença  

O exterior do imponente Duomo em Florença é uma maravilha da arquitetura renascentista, com sua fachada de mármore rosa, verde e branco.

Ao se aproximar da entrada, você encontrará estátuas complexas de santos e figuras bíblicas esculpidas na pedra, criadas por artistas como Donatello e Andrea del Verrocchio. Acima delas, você encontrará o vitral em estilo gótico. Você encontrará esculturas elaboradas em relevo, projetadas por Emilio De Fabris no século XIX, adornando a fachada.

Erguendo-se bem acima da cidade, a cúpula é um testemunho da habilidade e engenhosidade de seu arquiteto, Filippo Brunelleschi. Ao se aproximar, você poderá ver os detalhes intrincados da alvenaria, cuidadosamente colocados em um padrão de espinha de peixe.

Mas não são apenas a grandiosidade e a beleza do Duomo que capturam sua atenção; é a história que é palpável em suas pedras. O Duomo de Florença não é apenas uma catedral; é uma obra de arte, uma obra-prima da engenharia e um símbolo do espírito humano duradouro. Seu exterior é um testemunho da criatividade, engenhosidade e devoção das pessoas que o construíram, e continua sendo uma das vistas mais inspiradoras de toda a Itália.

Interior do Duomo de Florença

O interior do Duomo em Florença é igualmente impressionante, com afrescos impressionantes, trabalhos intrincados em mármore e belos vitrais.

Arquitetura do Duomo de Florença
Arquitetura do Duomo de Florença

Vitrais

Os vitrais, incluindo a rosácea acima da entrada principal, aumentam a majestade da catedral. Artistas proeminentes da Renascença, incluindo Lorenzo Ghiberti, Jacopo della Quercia e Andrea della Robbia, projetaram os vitrais usando cores vibrantes e histórias. Alguns dos desenhos nas janelas retratam cenas da Bíblia, a vida dos santos e a história de Florença.

Arquitetura do Duomo de Florença

Altar

O altar principal do Duomo de Florença, localizado abaixo da cúpula, é feito de mármore branco e apresenta esculturas e desenhos complexos. Afrescos e pinturas impressionantes o cercam, incluindo obras de Domenico Ghirlandaio e Alessandro Allori.

Arquitetura do Duomo de Florença

Arquibancadas do coral

As arquibancadas do coro, usadas para acomodar os membros do coro e o clero, projetadas no final do século XIV, apresentam entalhes e esculturas intrincados que retratam figuras, símbolos e cenas religiosas. As arquibancadas são feitas de madeira de nogueira e são consideradas alguns dos melhores exemplos de trabalhos em madeira da Renascença.

Duomo de Florença | Símbolo da arquitetura renascentista

A Catedral de Santa Maria del Fiore influenciou profundamente a arquitetura renascentista e continua a inspirar arquitetos e designers até hoje. A combinação de técnicas de construção inovadoras e elementos clássicos, como o uso de colunas coríntias e motivos renascentistas, fez do Duomo um símbolo da arquitetura renascentista.




Reservar ingressos para o Duomo de Florença

Visita guiada à Catedral de Florença com subida opcional à cúpula
Cancelamento gratuito
Confirmação imediata
Ingressos eletrônicos
1 h - 1 h 20 min.
Tour guiado
Mais detalhes
a partir de
€ 39,99
Ingressos para a Catedral de Florença com subida opcional à cúpula e à torre do sino
Confirmação imediata
Ingressos eletrônicos
45 min. - 1 h 30 min.
Mais detalhes
a partir de
€ 15

Arquitetura do Duomo de Florença: perguntas frequentes

Qual é o estilo arquitetônico do Duomo de Florença?

O Duomo de Florença é um exemplo da arquitetura gótica italiana, e a catedral também incorpora elementos dos estilos renascentista e românico.

Quem construiu a Catedral de Florença?

A Catedral de Florença foi projetada por vários arquitetos, incluindo Arnolfo di Cambio, Filippo Brunelleschi, Emilio de Fabris e Giuseppe Sacconi.

Quando o Duomo de Florença foi construído?

A construção do Duomo de Florença começou em 1296 e foi concluída em 1436. A fachada, no entanto, só foi concluída no século XIX.

Quantos anos tem o Duomo de Florença?

O Duomo de Florença tem mais de sete séculos de idade.

Qual é o tamanho do Duomo de Florença?

A catedral de Florença mede 153,6 metros de comprimento, 40,6 metros de largura e 90,5 metros de altura.

Qual é a altura do Duomo em Florença?

O Duomo de Florença tem 90,5 metros de altura.

Quais materiais foram usados para construir o Duomo de Florença?

O Duomo de Florença foi construído com uma variedade de materiais, como mármore branco e verde, mármore rosa e verde, além de pedra e tijolo. A cúpula foi feita com tijolos e reforçada com correntes de ferro.

O que há dentro do Duomo de Florença?

O interior da Catedral de Santa Maria del Fiore está repleto de obras de arte e arquitetura impressionantes. Você pode admirar os intrincados afrescos, o piso de mármore incrustado, as intrincadas bancas de madeira do coro e a impressionante cúpula projetada por Filippo Brunelleschi.

Por que a arquitetura do Duomo de Florença é famosa?

O Duomo de Florença é conhecido por sua combinação de arquitetura gótica e renascentista, bem como por sua cúpula característica, que foi considerada um feito de engenharia inovador durante a Renascença.

Como a arquitetura do Duomo impactou a arquitetura renascentista?

A arquitetura do Duomo em Florença, especialmente as técnicas inovadoras usadas por Filippo Brunelleschi na construção da cúpula, teve um impacto profundo na arquitetura renascentista, inspirando novos desenvolvimentos em engenharia estrutural, design e técnicas de construção. A estrutura de concha dupla autossustentável da cúpula, o uso de padrões de tijolos em espinha de peixe e as correntes de ferro embutidas estabeleceram um novo padrão de durabilidade e estabilidade na arquitetura e influenciaram o desenvolvimento de novas formas de cúpulas e sistemas de abóbadas em edifícios em toda a Europa.

Qual é o significado da cúpula na arquitetura da Catedral de Florença?

A cúpula é o maior domo de alvenaria do mundo e foi um grande feito de engenharia estrutural na época em que foi construído. A importância da cúpula está em seu design inovador e em suas técnicas de construção.

Qual é a importância da fachada da Catedral de Florença?

A fachada do Duomo de Florença combina os estilos gótico e renascentista. Ela é decorada com esculturas intrincadas, incrustações e relevos que narram a história do cristianismo e a história da cidade.

Qual é a diferença entre a cúpula da Catedral de Florença e outras cúpulas renascentistas?

A cúpula do Duomo de Florença é única entre as cúpulas renascentistas porque foi construída com uma estrutura de casca dupla, com pedra e tijolo usados em camadas alternadas. O design e a construção, com sua geometria complexa e o uso de luz e sombra, contribuem para sua beleza.

Onde posso comprar ingressos para a Catedral de Florença?

Você pode comprar ingressos para a Catedral de Florença online.